Vaga

Redactor de Relatórios Eleitorais

Counterpart International

A Counterpart International está a recrutar um Redactor de Relatórios Eleitorais para Maputo, em Moçambique.
Descrição
  • A Counterpart International ajuda a construir vidas melhores e futuros duráveis, de comunidade em comunidade. Equipamos indivíduos, organizações e comunidades - nossas contrapartes- para tornarem-se criadoras de soluções em suas próprias famílias, comunidades, regiões e países. Trabalhamos com eles em alguns dos lugares mais desafiantes do mundo, para atacar questões sociais, económicas, ambientais, de Saúde e de governação que ameaçam suas vidas e minam seu futuro
  • Para mais informações sobre a Counterpart, por favor visite nosso website em www.Counterpart.org
  • A Counterpart International (CPI) Moçambique pretende contratar um Redactor de Relatórios Eleitorais para apoiar na análise e na redacção de relatórios eleitorais, do seu programa de quatro anos, “Parceria Cívica para Boa Governação” (PCBG)
  • O Programa PCBG é financiando pela Agência Americana para o Desenvolvimento Internacional (USAID) e visa reforçar o impacto do activísmo cívico para melhorar a governação democrática responsável e efectiva nos sectores de Conservação da Biodiversidade, Alterações Climáticas, Educação, Saúde, Indústria Extractiva, Transparência e Governação Responsável e Eleições. O PCBG trabalha em parceria com o MASC/Votar Moçambique, uma organização da Sociedade Civil (OSC’s) na coordenação das actividades do Secretariado e da Rede de Monitoria da Sociedade Civil para as eleições Municipais Credíveis e Pacificas de 2018
  • O MASC/Votar Moçambique vai coordenar e supervisionar todas as actividades dos parceiros da RMSC, de modo a influenciar, não só as políticas ao nível central (Governo e parlamento), mas vai também recolher, verificar e analisar dados eleitorais e produzir relatórios regulares sobre os incidentes de violência ocorridos durante o processo eleitoral. Um dos objectivos da RMSC é criar e coordenar um Conselho de liderança, que será constituído por proeminentes defensores de eleições pacíficas a nível nacional e promover campanhas de sensibilização pública sobre eleições credíveis e sem violência
  • Com apoio e sob supervisão do Especialista Sénior de Eleições e Advocacia Comunitária, e em estreita colaboração com o analista de dados Eleitorais, o Redactor de Relatórios Eleitorais vai trabalhar directamente com o secretariado da RMSC para 2 escrever sínteses, comunicados rápidos sobre eleições e Relatórios do processo eleitoral durante o processo eleitoral autárquico de 2018 em Moçambique. Esta é uma posição a tempo parcial, baseada em Maputo - Moçambique. O período aproximado de trabalho é de 30 dias úteis de trabalho. Cidadãos Moçambicanos e em especial as Mulheres são encorajadas a se candidatar
Funções
  • Receber os incidentes de violência do Secretariado da Rede de Monitoria da Sociedade Civil e produzir comunicados rápidos de consciencialização para serem usados pelos Comités de Resposta locais para prevenir, mitigar e resolver conflitos eleitorais
  • Produzir comunicados rápidos sobre violência eleitoral para serem usados pelo Conselho de Liderança para advogar a favor de eleições Credíveis e Pacificas
  • Fornecer e liderar apresentações que resumem os principais padrões e tendências dos dados eleitorais para o conselho de liderança e para equipes internas e externas
  • Analisar dados e produzir relatórios concisos e lógicos em português e Inglês sobre o recenseamento eleitoral, campanha eleitoral, votação e período pós-eleitoral
  • Escrever comunicados de imprensa para os parceiros do PCBG durante o processo eleitoral
Requisitos
  • Mestrado em Ciências Sociais ou equivalente
  • Experiência anterior em análise de dados eleitorais
  • Capacidade de trabalhar sob pressão e cumprir prazos apertados, com supervisão mínima
  • Fortes habilidades analíticas, de comunicação e interpessoais
  • Experiência comprovada na elaboração de relatórios em Português e Inglês, incluindo preparação e análise concisa e lógica de dados/documentos
  • Fluência em Inglês e Português (escrita e fala)
  • Domínio e conhecimento da situação política do país
  • Conhecimento da recente história de conflitos eleitorais em Moçambique
  • Fortes habilidades de uso de software SPSS Statistics e Ms Excel
  • Conhecimento da legislação eleitoral moçambicana
Critérios de Avaliação
  • O Consultor será avaliado a partir da combinação de critérios Técnicos e Financeiros
  • A pontuação Máxima é de 100%
  • A avaliação técnica incluirá o seguinte:
  • Critério - Pontuação (%)
  • Qualificação educacional mínima e experiência de trabalho - 20%
  • Conhecimento profissional e experiência anterior de análise de dados e redacção de relatórios - 50%
  • Custo por dia de trabalho - 30%
  • Total - 100%
Notas
  • Apenas candidatos pré-seleccionados serão contactados
  • Indique a fonte desta vaga na sua candidatura: emprego.co.mz
  • Essa vaga é de consultoria e a curto prazo
  • Os interessados devem enviar uma carta de apresentação contendo um sumário de sua experiência técnica, o valor diário cobrado por cada dia de trabalho, e um Curriculum Vitae
  • As candidaturas que não seguirem estas instruções serão desqualificadas
  • A Counterpart reserva-se o direito de aceitar ou rejeitar todas as ofertas recebidas
Como se Candidatar
1. Documentação
  • Carta de Apresentação
  • Curriculum Vitae
  • Proposta Técnica e Financeira
2. Candidatura

Esta vaga não aceita mais candidaturas

Detalhes

Perguntas Frequentes

Como posso candidatar-me a vagas através do emprego.co.mz?

Ler artigo