Vaga

Oficial Distrital de Apoio Psicossocial & Comunitário

Elizabeth Glaser Pediatric AIDS Foundation

A EGPAF está a recrutar um Oficial Distrital de Apoio Psicossocial & Comunitário para Inhambane, em Moçambique.
Descrição
  • A Elizabeth Glaser Pediatric AIDS Foundation (EGPAF), trabalha em parceria com o Ministério de Saúde na implementação do Programa de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoal vivendo com HIV. A missão da Fundação é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão de HIV da mãe para o seu filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade
  • O Oficial Distrital de Apoio Psicossocial & Comunitário irá assegurar o apoio aos SDSMAS, através de assistência técnica aos provedores de saúde das sedes distritais e respectivas US periféricas, incluindo organizações comunitárias de base (OCB) na implementação de intervenções de ATS-ATIU, ATIP e ATSC, ligação aos cuidados e tratamento, Apoio Psicossocial e de ligação entre as unidades sanitárias e a comunidade e outras intervenções visando a promoção de adesão e retenção dos pacientes aos cuidados e tratamento
  • Deverá para o efeito, assegurar a integração e melhoria de qualidade dos serviços de ATS e Apoio Psicossocial. As actividades devem incluir a operacionalização de fluxograma de aconselhamento em todos serviços (SMI, CCR e TARV), sistemas de referência e contra referência e ligação com os cuidados e tratamento, sistematização das actividades de busca de pacientes faltosos e ou abandonos ao tratamento e das visitas de apoio aos pacientes recém inscritos nos programas e em risco de adesão. Deverá ainda assegurar a implementação de grupos de apoio pediátricos e de adultos (MpM e TARV adulto e pediátrico) aconselhamentos para crianças e adultos
  • O Oficial de APSS & Comunitário, deverá apoiar, sempre que necessário, na provisão de apoio psicossocial às vítimas de VBG em articulação com pessoal ligado ao programa. Deverá assegurar igualmente a integração das actividades de prevenção positiva e a expansão da estratégia GAAC (Grupos de Apoio a Adesão Comunitária). O mesmo devera articular permanentemente com a equipa multidisciplinar na EGPAF que apoia os SDSMAS/USP do distrito
Funções
  • Assegurar a capacitação dos provedores de saúde e Conselheiros da US em ATS, Aconselhamento Pré-TARV, adesão e APSS para MG, crianças e pacientes adultos em geral
  • Assegurar a implementação efectiva das diferentes abordagens de ATS (ATIU, ATIP e ATSC- Caso índex)
  • Implementar estratégias visando a identificação de positivos e a ligação destes aos cuidados e tratamento
  •  Assistir as US na definição e operacionalização de fluxogramas de aconselhamento para adultos e pediátrico e de pacientes com carga viral acima de 1000 cp e suspeitos de falência terapêutica
  • Realizar visitas de assistência técnica para os CL e técnicos envolvidos nas actividades de ATS e APSS nas US da Sede e Periferias incluindo a avaliação sistemática da qualidade
  • Assegurar o seguimento e assistência técnica aos actores comunitários na implementação da estratégia do ATS a partir do Caso Índex
  • Trabalhar com supervisores e Oficiais de Campo de TCE na procura de estratégias para identificação de positivos e testagem de mais parceiros sexuais
  • Assegurar a implementação e apoio aos Oficiais de campo de TCE da componente commcare em coordenação com os respectivos supervisores
  • Realizar a monitoria e partilha dos dados gerados do ATS a partir do caso índice juntamente com o pessoal TCE e da US do distrito
  • Coordenar com os supervisores Distritais de TCE, pontos focais e supervisoras do programa das mães mentoras, visitas de monitoria das actividades e apoio as mães mentoras e oficias de campo de TCE
  • Fazer o acompanhamento e Capacitação das Mães Mentoras no seguimento comunitário e uso dos instrumentos de monitoria concebidos para esta actividade em coordenação com os responsáveis dos serviços de SMI e com o pessoal de EGPAF (OP SMI e OP de APSS) baseado no distrito
  • Coordenar e articular com os serviços de SMI para a obtenção e actualização das listas e monitoria das visitas domiciliárias, realizadas pelas mães mentoras junto com as Mães pontos focais
  • Assistir as US para assegurar um sistema de referência e contra referência efectivos entre a US e a comunidade para o seguimento dos membros da família dos pacientes, usando o «índex case- Caso índice» que consentirem a testagem na família
  • Assistir os Pontos Focais de ligação entre as US- comunidade na coordenação e sistematização das intervenções comunitárias que incluem busca de faltosos, abandonos, pacientes em risco de adesão, visitas de apoio e seguimento de pacientes recém-inscritos nos cuidados e tratamento e sistemas de referência e contra referência
  • Assegurar a oferta de aconselhamento de reforço da adesão a Mulheres Grávidas HIV+ recém-inscritas, crianças HIV+, pacientes pré- TARV, faltosos retornados após a busca e pacientes em risco de adesão em geral
  • Apoiar as US e os pontos focais dos GAAC na expansão e seguimento dos GAAC (criação, observância dos critérios de elegibilidade, documentação e reporte dos dados) incluindo a assistência técnica aos pontos focais na sua monitoria quer na US quer na comunidade
  • Assegurar a coordenação da ligação entre US e a comunidade com outros parceiros que implementam intervenções comunitárias com ênfase para o ATSC, busca consentida sua referência para US e ligação com os C&T
  • Trabalhar em estreita colaboração com o assessor técnico de VBG de modo a apoiar na implementação efectiva das actividades de atendimento às vítimas, seguimento do fluxo de atendimento clínico/PEP, APSS, registo e documentação incluindo o reporte sistemático das actividades de acordo com o fluxo estabelecido
  • Assegurar a formação de CL e enfermeiras de SMI e seguimento da implementação e facilitação de grupos de MpM, de adultos e de Apoio Pediátricos
  • Fazer a actualização regular do mapeamento de parceiros comunitários locais e coordenar com os mesmos as intervenções de ATS, ligação US-Comunidade, busca e seguimento de pacientes em risco, incluindo a documentação e reporte das actividades
Requisitos
  • Licenciatura em Psicologia Clínica e ou Psicologia Geral, com conhecimentos e experiência em HIV e SIDA, Saúde Reprodutiva e Infantil
  • Experiência reconhecida em abordagens comunitárias e de ligação Unidade Sanitária-Comunidade
  • Pelo menos dois (2) anos de experiência na implementação e monitorização de programas de apoio psicossocial em HIV/SIDA, nas áreas de SMI e TARV adulto e pediátrico
  • Experiência e facilidade em desenvolver ligações e trabalho com a DPS, SDSMAS, US e comunidades
  • Fluência na língua portuguesa
  • Saber falar e escrever em Inglês é uma vantagem
  • Facilidades de trabalhar em equipa e boa comunicação interpessoal
  • Conhecimento em informática nos pacotes: Word, Excel e Microsoft Outlook
  • Disponibilidade para fazer viagens regulares dentro da província
Notas
  • Apenas candidatos pré-seleccionados serão contactados
  • Indique a fonte desta vaga na sua candidatura: emprego.co.mz
  • Na Elizabeth Glaser Pediatric AIDS Foundation as vagas não se pagam! Os processos de recrutamento são conduzidos observando estritamente os princípios de ética, integridade e transparência
  • A Fundação recomenda e encoraja vivamente a denúncia imediata de quaisquer actos contrários a estes princípios, através do seguinte número: +258843297910. Este número deverá ser usado somente para efeitos anteriormente mencionados. Eventuais pedidos de esclarecimentos poderão ser feitos através dos números: +25821488901/02
Como se Candidatar
1. Documentação
  • Carta de Apresentação
  • Curriculum Vitae
  • Cópias de diplomas e referências
2. Candidatura
Esta vaga não aceita mais candidaturas

Detalhes

  • Entidade Elizabeth Glaser Pediatric AIDS Foundation
  • Local
  • Categoria
  • Tags
  • Publicado 24.07.2018
  • Expira 29.07.2018
  • Partilhar vaga por email
  • Reportar erro

Perguntas Frequentes

Como posso candidatar-me a vagas através do emprego.co.mz?

Ler artigo