Vaga

Gestor de Adaptação às Alterações Climáticas (m/f)

ACDI/VOCA

A ACDI/VOCA está a recrutar um Gestor de Adaptação às Alterações Climáticas (m/f), para Nampula, em Moçambique.
Descrição
  • ACDI/VOCA procura um Gestor de Adaptação às Alterações Climáticas para programa agrícola financiado pela USAID em Moçambique. O programa combinará financiamento em agricultura, água, saneamento e higiene (WASH), e nutrição para resolver lacunas e abordagens programáticas na construção de resiliência de famílias e comunidades vulneráveis em distritos seleccionados nas províncias da Zambézia e Nampula. O programa almeja atingir este objectivo através de abordagens inclusivas para aumentar a produtividade dos sistemas agrícolas e alimentares, fomentar a diversificação da renda familiar, e intercalar, sequenciar e integrar intervenções de segurança alimentar, água sustentável, e nutrição positiva
  • O Gestor de Adaptação às Alterações Climáticas apoiará o desenvolvimento de estratégias de adaptação às alterações climáticas, planeamento de acções, e modelação de metas baseadas na ciência. A posição será localizada em cidade ainda a ser determinada, no entanto, há uma forte preferência para que seja em Nampula, Moçambique
Funções
  • Demonstrar conhecimentos especializados na avaliação dos riscos e oportunidades das alterações climáticas, na política climática e energética, e na realização de análises políticas e técnicas. Projectos de consultoria e relatórios sobre o clima, a água e a cadeia de abastecimento
  • Destilar a complexidade dos detalhes para treinar eficazmente os colegas no fornecimento de resultados de alta qualidade
  • Demonstrar fortes capacidades de gestão e supervisão do projecto ao longo do seu ciclo de vida, incluindo a delimitação do âmbito, orçamento e entrega
  • Desenvolver um plano abrangente mas flexível para a preparação e utilização de plataformas eficazes de informação sobre a sensibilização para as alterações climáticas, visando actividades governamentais, comunitárias e de parceiros de OSC para promover a recolha, a tomada de decisões e a análise de informação de carácter científico
  • Liderar o trabalho de coordenação com agências governamentais, tais como o Departamento de Agricultura (DA), a Comissão de Alterações Climáticas (CCC) e o Departamento do Ambiente e Recursos Naturais (DENR)
  • Elaborar a Estratégia Nacional de Comunicação sobre Alterações Climáticas e o Plano de Implementação associado
  • Assegurar que as actividades do projecto são ambientalmente correctas através da avaliação dos possíveis impactos ambientais e das alterações climáticas; preparar um quadro de avaliação e revisão ambiental e exames ambientais iniciais das actividades prioritárias do projecto
  • Liderar equipas de peritos em concepção qualitativa e quantitativa de metodologias de avaliação de vulnerabilidade baseadas no sector e a nível nacional
  • Implementar um Processo de melhoria contínua para identificar lições aprendidas e integrar as melhores práticas nas futuras avaliações de vulnerabilidade
  • Fornecer uma análise sólida das oportunidades de redução de custos nas avaliações de vulnerabilidade e fazer recomendações ao Chefe do Projecto
  • Aconselhar funcionários governamentais doadores e estrangeiros sobre metodologias de avaliação de vulnerabilidade e opções de adaptação
  • Assegurar que as actividades são ambientalmente correctas através da avaliação dos possíveis impactos ambientais e das alterações climáticas; preparar avaliações ambientais; rever o quadro e os exames ambientais iniciais das actividades prioritárias do projecto; e propor medidas de mitigação ambiental
  • Desenvolver planos de trabalho anuais e supervisionar a realização dos resultados destas tarefas
  • Contribuir aos relatórios anuais e/ou trimestrais de resultados
Requisitos
  • Mestrado em Gestão Ambiental, Agricultura, Ciências Físicas, Alterações Climáticas ou áreas afins
  • Mínimo de três anos de experiência como gestor técnico de projectos de agricultura de conservação e/ou agricultura inteligente para o clima (climate-smart agriculture) financiados pela USAID
  • Conhecimento demonstrado da variabilidade e da mudança climática e da agricultura
  • Capacidade comprovada de trabalhar com pequenos agricultores em técnicas e práticas agrícolas melhoradas
  • Experiência de trabalho com sistemas de agronegócios em Moçambique altamente desejada
  • Fluência em Inglês e Português é necessário
Notas
  • Os candidatos moçambicanos são fortemente encorajados a se candidatarem
  • As candidaturas serão prontamente revistas após recepção; apenas os finalistas serão contactados. A ACDI/VOCA é um empregador que não discrimina (equal opportunity employer). As mulheres, minorias e pessoas de diversos grupos são encorajadas a candidatarem-se. A ACDI/VOCA nunca solicitará pagamento ou cobrará uma taxa para a candidatura à qualquer cargo
Perfil da empresa

  • Desde 1963 e em 148 países, a ACDI/VOCA tem capacitado pessoas em nações em desenvolvimento e em transição para terem sucesso na economia global. Com sede em Washington, D.C., ACDI/VOCA é uma organização internacional de desenvolvimento sem fins lucrativos que concebe e entrega soluções técnicas e de gestão nas áreas de agricultura, crescimento económico e resiliência para promover a prosperidade económica e inclusão social.

Detalhes

  • Entidade ACDI/VOCA
  • Local
  • Categoria
  • Tags
  • Publicado 05.10.2021
  • Expira 26.10.2021
  • Partilhar vaga por email
  • Reportar erro

Perguntas Frequentes

Como posso candidatar-me a vagas através do emprego.co.mz?

Ler artigo