Vaga

Gestor da Subvenção

FDC – Fundação para o Desenvolvimento da Comunidade

A FDC está a recrutar um Gestor da Subvenção, para Maputo, em Moçambique.
Descrição
  • A Fundação para o Desenvolvimento da Comunidade (FDC), é uma organização privada, sem fins lucrativos, que visa fortalecer as capacidades das comunidades com o objectivo de vencer a pobreza e promover a justiça social em Moçambique
  • De modo a tornar prática a sua missão, a FDC guia-se pelos seguintes valores: Respeito pela Pessoa Humana, Solidariedade, Justiça Social, Trabalho, Honestidade e Iniciativa Nos últimos 23 anos, a FDC implementou e apoiou uma vasta intervenção em áreas prioritárias tais como educação, segurança alimentar e geração de rendimento, água e saneamento, saúde (HIV/SIDA, malária, tuberculose e imunização - Programa Alargado de Vacinação), tendo como alvo os grupos mais vulneráveis como o das mulheres, jovens e crianças
  • Assim e no âmbito do Projecto MOZ-C-FDC “Reforço da Colaboração para uma Resposta Melhorada do HIV e TB em Moçambique através de uma Parceria Efectiva entre o Governo e a Sociedade Civil”, com o financiamento do Fundo Global, a FDC irá implementar actividades de prevenção de HIV e TB viradas para raparigas e populações chaves na comunidade em todas as províncias do país e por via dos seus parceiros de implementação
  • Neste contexto, a FDC está recrutar o Gestor da Subvenção para liderar a equipa do projecto (central e nas províncias) assim como os Sub-Recipientes
Funções
  • Desenvolver a visão estratégica do projecto alinhada à visão de prevenção de HIV e da TB do País, ao Plano Estratégico da FDC e ao acordado com o Fundo Global
  • Desenvolver a estratégia de implementação de cada intervenção tomando em consideração os grupos alvos do projecto (Raparigas: 10-14 anos; 15-19 anos; 20-24 anos e Populações chaves: HSH; TS e UDI) e as estratégias nacionais
  • Desenvolver planos de actividades trimestrais (FDC), semestrais e anuais a FDC, Fundo Global e MCP, garantindo uma qualificação mínima de B da subvenção e de A nas cartas de gestão pelo Fundo Global
  • Definir metas, gerir contractos com os SR e monitorar seus desempenho emitido cartas de gestão a cada um
  • Gerir os recursos financeiros e bens adquiridos no âmbito da subvenção
  • Gerir a equipa do projecto realizando com regularidade uma avaliação de desempenho a cada elemento da equipa
  • Realizar acções de monitoria e avaliação de actividades e resultados
  • Coordenar o desenvolvimento de ferramentas de trabalho e estratégias de intervenção (programática, de direitos humanos e advocacia, de M&A e de relação com parceiros estratégicos e Sub-recipientes), com suporte dos respectivos líderes das equipas a nível central
  • Estabelecer contactos regulares com MISAU, CNCS, MINEDH, MJD, MGCAS e MCP com vista garantir sucesso na implementação e advocacia, representando a FDC em questões relativas a esta subvenção
  • Elaborar documentos de posição e estabelecer contactos regulares com as plataformas e entidades relevantes p.e. AR, Conselho Constitucional, PGR, IPAJ e entre outras com o fim de garantir o respeito aos direitos das populações chaves e combater a violência baseada no género (todas formas de violência contra a mulher e rapariga)
  • Liderar campanha de lobby e advocacia e campanha para prevenção HIV nos media, nas escolas e comunidades
  • Realizar encontros de planificação e gestão regulares com a equipa programática e financeira central (bissemanal, no mínimo), reportando o progresso ao superior hierárquico
  • Assegurar a recolha de dados, evidências e análises para aferir as mudanças provocadas no âmbito desta subvenção
  • Participar dos retiros de planificação e gestão com toda a equipa
  • Organizar e realizar encontros com SR´s e outras OSC´s para balanço, troca de experiência e reprogramação da subvenção
  • Realizar visitas de supervisão regulares às actividades de campo envolvendo, sempre que possível, o MISAU, MINEDH e CNCS e outros relevantes
  • Interagir com a direcção da FDC, a equipa do Fundo Global, SRs, MCP e ao Agente Local do Financiador (LFA) sobre o progresso da subvenção
  • Produzir e apresentar informação, análises, folhetos e artigos referente a subvenção junto a outros parceiros de interesse do Governo, Sociedade Civil e Media
  • Participar em seminários, workshops e conferências nacionais e internacionais
  • Realizar outras tarefas sempre que solicitado pelo seu superior hierárquico
Requisitos
  • Preferência: Domínio das Políticas e Estratégias ligadas à Prevenção e Combate ao HIV e Tuberculose
  • Capacidade de Gestão Programática e Financeira
  • Alto sentido de responsabilidade
  • Capacidade de trabalhar sob pressão
  • Conhecimento do quadro político e estratégico nacional de resposta ao HIV/SIDA
  • Domínio da língua portuguesa, escrita e falada
  • Domínio de língua local, escrita e falada
  • Domínio de informática na óptica de utilizador sobretudo nos programas de análise e gestão dados
  • Conhecimentos profundos de Informática (PowerPoint, Word, Excel, Internet, etc.)
  • Ter o grau de Mestrado nas áreas de Ciências Sociais ou Biomédicas com orientação para a promoção de saúde (Saúde Pública), na área de gestão ou ter licenciatura nas referidas áreas com mais de 10 anos de experiência contínua na liderança de programas de saúde
  • Ter experiência mínima de 10 anos na liderança e gestão de programas de saúde (para candidatos com Mestrado), com destaque para prevenção e promoção de acesso a serviços de HIV
  • Ter experiência de gestão de grandes equipas (> 30 pessoas) e programas de saúdes baseadas na comunidade usando SBCC e outras formas de mobilização comunitária
  • Ter gerido projectos grandes na área de saúde (âmbito nacional,> 5 milhões USD) constitui vantagem
  • Ter liderado ou participado formação e/ou na investigação, pesquisa ou campanhas de prevenção de HIV, malária e/ou tuberculose
  • Ter experiência com a gestão de programas e recursos financeiros do Fundo Global ou outros como USAID, PEPFAR na área de saúde constitui uma vantagem
  • Ter experiência em trabalho em organizações não-governamentais com actividades viradas para o nível comunitário, na área de saúde
  • Ter experiência na elaboração de relatórios, documentos de posição e de desenvolvimento de conteúdos e campanhas de media constitui uma vantagem
  • Ter participado das discussões estratégicas e grupos técnicos no âmbito de actividades de HIV enfocadas em raparigas ou populações chaves constitui uma vantagem
  • Ter capacidade de promover sinergias e ligação com outras áreas relevantes a FDC tais como malária, PAV, SAN, água e saneamento entre outras
  • Expressar-se em Português e em Inglês correctamente de forma escrita e oral
Benefícios
  • Salário e regalias compatíveis com a função, segundo o RGI da FDC
  • Possibilidade de integrar numa equipa jovem e dinâmica
Notas
  • Apenas candidatos pré-seleccionados serão contactados
  • As candidaturas devem conter o CV, acompanhado de carta de motivação, cópias de certificados ou diplomas
  • As candidaturas que derem entrada após o prazo indicado, não serão consideradas
  • As Candidaturas físicas devem ser entregues nos escritórios da FDC

Esta vaga não aceita mais candidaturas

Detalhes

Perguntas Frequentes

Como posso candidatar-me a vagas através do emprego.co.mz?

Ler artigo