Vaga

Especialista Sénior em Eleições e Advocacia Comunitária (m/f)

Counterpart International

A Counterpart International está a recrutar um Especialista Sénior em Eleições e Advocacia Comunitária (m/f) para Maputo, em Moçambique.
Descrição
  • A Counterpart International ajuda a construir vidas melhores e futuros duráveis, de comunidade em comunidade. Equipamos indivíduos, organizações e comunidades - nossas contrapartes- para tornarem-se criadoras de soluções em suas próprias famílias, comunidades, regiões e países. Trabalhamos com eles em alguns dos lugares mais desafiantes do mundo, para atacar questões sociais, económicas, ambientais, de Saúde e de governação que ameaçam suas vidas e minam seu futuro
  • Para mais informações sobre a Counterpart, por favor visite nosso website em www.Counterpart.org
  • Perfil de trabalho: A Counterpart International está actualmente procurando por um Especialista Sénior em Eleições e Advocacia Comunitária para seu programa Parceria Cívia para Boa Governação (PCBG), financiado pela USAID em Moçambique, que visa fortalecer o impacto do activismo cívico para melhorar a responsabilização e governação democrática efectiva nos sectores da Conservação da Biodiversidade, Mudanças Climáticas, Educação, Indústria Extractiva, Saúde/HIV e Governação transparente e responsável
  • O/a Especialista Sénior em Eleições e Advocacia Comunitária fornecerá apoio técnico e estratégico para o projeto de eleições nacionais de 2019, por meio de assistência direcionada a actividades de monitoria e mitigação eleitoral de curto e longo prazo com a sociedade civil. Esta é uma posição de tempo integral com base em Maputo, Moçambique, mas pode exigir viagens por todo o país. Esta posição reportará ao Director do Projecto, no escritório nacional em Maputo, Moçambique
Funções
  • Em estreita colaboração e com orientação do Director do Projecto, fornecer conhecimentos técnicos sobre monitoria da violência eleitoral, processos eleitorais e mitigação de conflitos, advocacia para os parceiros locais das OSC e para o pessoal do PCBG
  • Gestão de relacionamentos e aconselhar grupos da sociedade civil na medida em que estes desenvolvem/fortalecem uma rede de monitoria da sociedade civil
  • Por meio de consultas e sessões de treinamento, auxiliar a rede de monitoria da sociedade civil na elaboração e implementação de esforços de monitoria das eleições, treinamento e envio de observadores, além de analisar e relatar os resultados
  • Auxiliar os grupos de observadores no desenvolvimento de técnicas e mecanismos inovadores para monitorar e relatar violências e irregularidades eleitorais
  • Ajudar os grupos de observadores na aplicação das melhores práticas para observação a curto e longo prazo orientada por dados
  • Coordenar actividades com parceiros implementadores focados em eleições, em estreita coordenação com a USAID e o grupo de trabalho de doadores eleitorais
  • Liderar a planificação e a implementação, incluindo planificação e fornecimento de actividades de capacitação com as OSC parceiras, a fim de melhorar sua capacidade de monitorar efectivamente as eleições e administrar subvenções e actividades
  • Trabalhar em estreita colaboração com os parceiros das OSC no desenvolvimento de propostas viáveis de concessão de subsídios para a condução de actividades de mitigação e defesa de conflitos relacionadas às eleições dentro dos locais de destino
Requisitos
  • Licenciatura numa área relacionada, como Desenvolvimento Internacional, Ciências Políticas ou Políticas Públicas
  • Pelo menos 10 anos de experiência de trabalho relevante na monitoria de eleições, mitigação de conflitos, processos eleitorais e sociedade civil, ou experiência de advocacia, de preferência em Moçambique ou na África Subsaariana
  • Experiência significativa em capacitações e habilidades de desenhar e facilitar workshops
  • Histórico comprovado com o desenvolvimento de estratégias e intervenções ecfetivas de advocacy
  • Capacidade comprovada de gerir relatórios financeiros, incluindo iniciar e gerir subvenções e auxiliar grupos locais a fortalecer seu desenvolvimento organizacional
  • Conhecimento comprovado das regras, regulamentos, políticas e procedimentos do USG
  • Alto nível de habilidades interpessoais e de comunicação
  • Capacidade de trabalhar bem em um ambiente de equipe, capaz de trabalhar efectivamente com organizações da sociedade civil, USAID, equipa do projeto e outros beneficiários
  • Capacidade demonstrada de interagir efectivamente com todos níveis de funcionários, formuladores de políticas, altos líderes políticos e civis, diplomatas e funcionários do governo
  • Experiência na incorporação de gênero e populações marginalizadas no trabalho de observação eleitoral
  • Capacidade de trabalhar sob pressão e cumprir prazos apertados, com supervisão mínima
  • Excelentes habilidades com computador (Microsoft Word, Excel, PowerPoint)
  • Fluência em Inglês e Português são obrigatórios
  • Preferido: Mestrado numa área relacionada como Desenvolvimento Internacional, Ciências Políticas ou Políticas Públicas
  • Moçambicanos qualificados
Notas
  • Apenas candidatos pré-seleccionados serão contactados
  • Indique a fonte desta vaga na sua candidatura: emprego.co.mz
  • A Counterpart International acredita firmemente na igualdade de oportunidades para todos, sem considerar raça, religião, cor, nacionalidade, cidadania, sexo, status de veterano, idade, estado civil, preferência sexual, deficiência ou qualquer outra característica pessoal protegida
Como se Candidatar
1. Documentação
  • Carta de Apresentação
  • Curriculum Vitae
2. Candidatura

Esta vaga não aceita mais candidaturas

Detalhes

  • Entidade Counterpart International
  • Local
  • Categoria
  • Tags
  • Publicado a 18.01.2019 2019-01-18
  • Expira a 31.01.2019 2019-01-31
  • Esta vaga não aceita mais candidaturas
  • Partilhar vaga por email
  • Reportar erro

Perguntas Frequentes

Como posso candidatar-me a vagas através do emprego.co.mz?

Ler artigo