Vaga

Coordenador do País Essor Moçambique (m/f)

ESSOR

A Essor está a recrutar um Coordenador do País Essor Moçambique (m/f), para Maputo, em Moçambique.
Descrição
  • A ESSOR trabalha há três décadas na implementação de projectos de desenvolvimento urbano e rural nos países em desenvolvimento. A ESSOR iniciou as suas actividades em Moçambique em 1997 e as suas principais áreas de intervenção são as seguintes: educação, formação e integração profissional, agricultura e protecção social
  • Missão: Sob a autoridade do Director da sede da ESSOR em França, o Coordenador do País é responsável por representar a ESSOR em Moçambique, implementar o mandato da ESSOR e implementar a sua estratégia de intervenção, assegurando em particular que a ética e os valores da associação são respeitados. Participará também na construção da estratégia da ESSOR em Moçambique e na sua implementação nos vários sectores, com os Gestores Técnicos. Actuará também como Coordenador das actividades de Educação em Maputo, em conjunto com o Chefe do Sector da Educação na sede
Funções
  • Representar legalmente a ESSOR junto das autoridades locais, parceiros operacionais e financiadores e manter a sede informada a todo o momento
  • Assegurar que as autorizações oficiais estão actualizadas e produzir os documentos necessários para o seu reconhecimento e/ou manutenção no país
  • Informar e comunicar com as várias instituições públicas sobre o progresso dos projectos (sob a forma de uma nota, relatório ou boletim)
Supervisão global
  • Assegurar a consistência de todas as acções da ESSOR em Moçambique, tanto a nível operacional como financeiro, através de contactos regulares com gestores e parceiros
  • Controlar e garantir que os projectos sejam realizados de acordo com a estratégia definida pela ESSOR, em conformidade com os procedimentos internos e contratuais
  • Acompanhar as missões de monitorização e avaliação de projectos por parte da ESSOR, peritos externos ou parceiros financeiros
  • Estimular sinergias entre os diferentes sectores e projectos e ser uma força de proposta
Gestão de parcerias locais
  • Assegurar que todas as parcerias sejam formalizadas e que os Acordos de Parceria sejam actualizados
  • Assegurar, em conjunto com os coordenadores e/ou gestores de projecto (PR), que os acordos de parceria sejam avaliados antes de serem renovados
  • Assegurar a relação com parceiros locais, encorajando o seu envolvimento e iniciativa nos projectos com vista a uma parceria vantajosa para ambas as partes
  • Procurar e estabelecer novas parcerias públicas ou privadas, no interesse de projectos em curso ou futuros
Gestão financeira
  • Manter uma visão global do orçamento para as actividades da ESSOR em Moçambique em geral (monitorização orçamental, envio mensal de contas e documentos de apoio, pedidos de remessas) em conjunto com a RAF? E os gestores e coordenadores do projecto e parceiros locais
  • Coordenar os pedidos de fluxo de caixa dentro dos prazos e assegurar a sua disponibilidade para Maputo
  • Informar a ESSOR sobre a utilização de recursos financeiros em Maputo (incluindo contas bancárias)
  • Tem responsabilidade directa sobre os fundos para o funcionamento da coordenação dos projectos EDUC em Maputo
  • Concorda em respeitar as regras do guia de procedimentos administrativos e financeiros de ESSOR
Gestão do Património e dos Recursos
  • Gestão dos bens e equipamentos da organização, com o assistente da AF
  • Assegurar que as equipas do projecto tenham o apoio técnico e logístico necessário (equipamento, transporte, comunicação,...) para realizarem eficazmente as suas actividades
  • Assegurar a optimização dos recursos e a limitação da pegada de carbono
  • Assegurar que as contribuições locais são obtidas e/ou que certos serviços (alugueres, etc.) são gratuitos
Procura de financiamento e gestão de contratos de financiamento local
  • Procurar, de acordo com as necessidades, o financiamento local
  • Prestar apoio à sede da ESSOR na procura de financiamento para as acções da ESSOR em Moçambique
  • Coordenar e informar sobre as relações com os parceiros financeiros locais
  • Supervisar o acompanhamento contratual dos programas (relatórios, alterações, etc.) em conjunto com os Referentes Técnicos - RTs e gestores dos vários sectores
  • Estabelecer e actualizar uma lista de endereços de potenciais doadores e parceiros locais cobrindo a zona de intervenção
Desenvolvimento institucional da organização, reforço e valorização dos conhecimentos e reconhecimento da ESSOR
  • Garantir a aplicação e o respeito dos procedimentos logísticos, administrativos e financeiros
  • Promover o know-how da ESSOR junto de outros actores nos domínios técnicos em causa
  • Representar e promover a ESSOR e as suas acções junto de outras ONG nacionais e internacionais e no seio de redes, e procurar sinergias entre as acções da ESSOR e outras acções
  • Participar em discussões internas em Moçambique, na sede ou em outro país onde a ESSOR está activa
Gestão, reforço e motivação dos Recursos Humanos
  • Assegurar, em conjunto com os árbitros técnicos da sede e coordenadores locais, o recrutamento, a formação inicial (processo de integração ESSOR) e o acompanhamento/avaliação das equipas locais em Maputo
  • Assegurar a gestão dos recursos humanos e a coesão da equipa (funcionários nacionais e expatriados) em Maputo
  • Liderar a dinâmica de trabalho das equipas para promover sinergias e integração da Estratégia do País em todas as equipas e desenvolver a abordagem qualitativa
  • Garantir a coesão da equipa e estimular a vida em equipa
  • Identificar e fomentar a lealdade do pessoal de alto potencial
  • Assegurar o briefing de segurança e a integração de novo pessoal, bem como o debriefing pré-partida do pessoal internacional
  • Desenvolver um plano de contingência de segurança e actualizá-lo de acordo com o estado do país
Comunicação fiável entre a sede e o terreno e a comunicação empresarial
  • Assegurar a qualidade da comunicação (com sede em França, a equipa e os parceiros locais) Assegurar a visibilidade da Essor a nível do país em conjunto com o sector da Comunicação na sede
  • Contribuir para a definição do posicionamento institucional da ESSOR no que diz respeito a certos temas de interesse colectivo
Coordenação de acções de educação
  • Assegurar a correcta implementação da Convenção do Programa de Educação em Maputo, em estreita colaboração com a equipa de Educação da sede e o Coordenador da Educação na Beira, e supervisar o trabalho do Técnico de Educação em Maputo, e dos parceiros da educação (sociedade civil e autoridades públicas) em Maputo
  • Identificar novos parceiros associativos (ONG e OBC) com ganhos mútuos e apoiá-los na implementação e sustentabilidade de actividades concretas e inovadoras na educação
  • Contribuir para a implementação de uma rede de actores competentes no domínio da primeira infância e juventude, aproveitando os resultados, metodologias e know-how implementado pela ESSOR ao longo dos últimos 10 anos
  • Posicionar a ESSOR como um actor de referência na Educação, a fim de permitir aos mais vulneráveis o acesso à educação de qualidade nas Redes de Educação em Moçambique (RDPI)
  • Harmonizar e promover o espírito do projecto e os intercâmbios técnicos entre Maputo e a Beira, mas também com a sede
  • Estimular a solidariedade local e o estabelecimento de parcerias técnicas e financeiras vantajosas para ambas as partes
  • Consolidar as ligações com as universidades
  • Organizar 1 ou 2 eventos anuais de visibilidade com todos os parceiros e actores educativos
Requisitos
  • Mestrado em relações internacionais ou desenvolvimento, áreas sociais e humanitárias.
  • Experiência numa ou mais das áreas mencionadas na apresentação acima de pelo menos 5 anos em projectos locais de desenvolvimento urbano e periurbano em África, nomeadamente em parceria com autoridades públicas e ONG locais e internacionais com pelo menos 5 anos ao mesmo nível de responsabilidade/gestão de equipa
  • Muito boa experiência na gestão de projectos financeiros
  • Facilidade na utilização de ferramentas informáticas
  • Carta de condução
  • Qualificações do candidato:
  • Sensibilidade aos problemas sociais das populações vulneráveis
  • Sensibilidade de género
  • Capacidade de coordenar e gerir uma equipa
  • Boa capacidade de relacionamento interpessoal, boa organização, autonomia
  • Capacidade analítica e de delegação
  • Muito boa capacidade de escrita
  • O espírito de equipa
  • Domínio do Francês e Português. Inglês é desejável
Notas
  • Apenas candidatos pré-seleccionados serão contactados
  • Contrato de trabalho local renovável de um ano (com um período experimental renovável de 3 meses)
  • O salário será aproximadamente de 1.500.000 meticais por ano
  • Documentos a enviar: CV e carta de apresentação em Português ou Francês
  • Integração prevista para Março de 2021
Perfil da empresa

  

Detalhes

  • Entidade ESSOR
  • Local
  • Categoria
  • Tags
  • Publicado 08.02.2021
  • Expira 26.02.2021
  • Partilhar vaga por email
  • Reportar erro

Perguntas Frequentes

Como posso candidatar-me a vagas através do emprego.co.mz?

Ler artigo