Vaga

Coordenador de Fiscalização e Governança

WCS – Wildlife Conservation Society

A WCS está a recrutar um Coordenador de Fiscalização e Governança para Maputo, em Moçambique.
Descrição
  • A Wildlife Conservation Society (WCS) é uma organização privada, sem fins lucrativos, isenta de impostos, estabelecida em 1895, que protege a fauna e locais selvagens compreendendo questões críticas, criando soluções baseadas na ciência e tomando acções de conservação que beneficiem a natureza e a humanidade. Com mais de um século de experiência, compromissos a longo prazo em dezenas de paisagens, com presença em mais de 60 países e experiência em ajudar a estabelecer mais de 150 áreas protegidas em todo o mundo, a WCS reuniu conhecimento biológico, compreensão cultural e parcerias para garantir que lugares vibrantes e selvagens e a fauna selvagem prosperem junto das comunidades locais. Trabalhando com comunidades e organizações locais, esse conhecimento é aplicado para abordar questões de gestão de espécies, habitates e ecossistemas críticos para melhorar a qualidade de vida das populações rurais pobres cuja subsistência depende da utilização directa dos recursos naturais
  • A WCS estabeleceu um programa nacional em Moçambique em 2012 com dois objectivos principais, aumentar a protecção da Reserva Nacional do Niassa, uma vasta paisagem no norte do país, e melhorar o estado de conservação dos seus elefantes através da co-gestão da Reserva, e fortalecer a gestão das áreas protegidas a nível nacional, ajudando a melhorar as políticas e reforçando a capacidade do governo para implementar a legislação sobre crimes contra a fauna selvagem através do envolvimento estratégico com agências governamentais em Maputo
  • A WCS Moçambique está agora a procura de um indivíduo dinâmico e experiente com histórico em governança e fiscalização do crime transaccional da fauna selvagem. Esta vaga é para coordenar o nosso trabalho destinado a fortalecer a governança e a fiscalização do crime transaccional de fauna selvagem em Moçambique
  • O coordenador irá liderar as actividades, estabelecer parcerias eficazes no país e melhorar a coordenação com outros programas da WCS para identificar e impedir as redes de comércio ilegal de fauna selvagem (IWT) que operam em Moçambique
  • Supervisão: Director de Fiscalização da WCS Moçambique; Especialista em Inteligência de Áreas Protegidas da WCS Africa; Director Regional da WCS no Leste e Sul da África; Director de Tráfico Contra a Fauna Selvagem na Ásia; Director Geral do Programa do Vietname; Gestor do Programa de Comércio da China: Analista Regional de Crimes Selvagens
  • Viagens esperadas: Aproximadamente 30%. Conforme exigido dentro da região, ocasionalmente para a Ásia, se/quando necessário, e para reuniões técnicas/de doadores conforme necessário/possível
Funções
  • Coordenar o desenvolvimento estratégico e a implementação do trabalho da CWT para a WCS Moçambique (WCS MZ) com foco nas conexões para actividades anti-caça furtiva no principal ambiente da WCS Moçambique - Reserva Nacional do Niassa
  • Apoiar agências relevantes no Governo de Moçambique para fortalecer a sua capacidade de fiscalização liderada por inteligência
  • Desenvolver relações e trabalhar com a Polícia de Investigação Ambiental, Gabinete do Procurador Geral (PGR) para melhorar a eficácia da fiscalização e do Ministério Público em casos de tráfico de fauna selvagem
  • Ampliar as redes de informação com países estrangeiros por meio de comunicação formal e informal e compartilha de conhecimento
  • Apoiar e facilitar o envolvimento entre a WCS e o Governo de Moçambique (GoMZ) e o Governo do Vietname (GoVN) e China (GoCN) para melhorar a coordenação dos esforços da CWT, gerar confiança entre os principais funcionários e finalizar acordos formais entre os dois países que endereçam o IWT (exemplo: o Tratado de Assistência Jurídica Mútua)
  • Elaborar um plano de implementação anual com indicadores mensuráveis para essa posição e concordar com as partes interessadas prioritárias e compartilhá-los com as principais partes interessadas
  • Promover e manter o diálogo interno na WCS com as principais partes interessadas internas
  • Identificar oportunidades de colaboração e coordenação com parceiros e identificar mecanismos para compartilhar inteligência e informações
  • Identificar e buscar oportunidades acordadas de angariação de fundos para implementar os objectivos e actividades acordados no âmbito deste programa
  • Contribuir para a estratégia WCS CWT e a estratégia WCS Africa CWT
  • Modalidades de implementação:
  • Todo o trabalho e comunicação com os parceiros, nos países onde a WCS tem programas nacionais, precisa ser esclarecido e vinculado ao programa do país por meio do Director Geral do Programa do País
  • A comunicação dentro da WCS e com os parceiros precisa ser constante e contínua
  • Protocolos para a gestão de materiais sensíveis em comunicações precisam ser desenvolvidos, acordados com parceiros internos e externos relevantes e implementados
Requisitos
  • Mínimo de cinco anos de experiência no sector sem fins lucrativos (ONG, organizações internacionais), trabalha com questões de governança, estado de direito, poder judiciário ou fiscalização OU tráfico de fauna selvagem
  • Fortes relações com autoridades nacionais relevantes, como polícia, procuradores, autoridades alfandegárias ou autoridades da vida selvagem
  • Demonstrar compreensão da arena política, política nacional relacionada com crimes transaccionais e reforma da justiça criminal em Moçambique
  • Capacidade demonstrada para estabelecer e administrar independentemente novos programas de ONGs
  • Capacidade demonstrada para se comunicar com uma variedade de parceiros e partes interessadas, e para mediar e resolver questões complexas que envolvem vários autores e/ou áreas de interesse
  • Demonstrar uma forte experiência em gestão de projectos
  • Experiência demonstrada no desenvolvimento de materiais de comunicação externa
  • Proficiência profissional em Inglês e Português
Notas
  • Apenas candidatos pré-seleccionados serão contactados
  • Indique a fonte desta vaga na sua candidatura: emprego.co.mz
  • Os candidatos devem se inscrever enviando uma carta de candidatura e currículo, juntamente com os requisitos salariais e os nomes e informações de contacto de três referências
  • Além da candidatura, todos os candidatos também devem se inscrever online através do portal de carreira da WCS: goo.gl/PnqfSm
  • A WCS é um empregador de oportunidades iguais dedicado a contratar e apoiar uma força de trabalho diversificada. Temos o compromisso de cultivar um ambiente de trabalho inclusivo e procurar futuros membros da equipe que compartilhem esse mesmo valor
Como se Candidatar
1. Documentação
  • Carta de Apresentação
  • Curriculum Vitae
2. Candidatura

Detalhes

Perguntas Frequentes

Como posso candidatar-me a vagas através do emprego.co.mz?

Ler artigo