Vaga

Coordenador de CBNRM (m/f)

WCS - Wildlife Conservation Society

A WCS está a recrutar um Coordenador de CBNRM (m/f), para Niassa, em Moçambique.
Descrição
  • Posição a reportar-se ao: Gestor de Conservação Comunitária
  • Local de trabalho: Escritório da REN – Reserva Especial de Niassa na Vila de Mecula
  • Programa/Sector: Moçambique/África Oriental, Madagáscar e região do Oceano Índico Ocidental
  • Inicio do contrato de trabalho: Novembro de 2022
  • Tipo de Posição: Tempo inteiro
  • Equipe a supervisionar: Oficiais de Uso Sustentável; Oficial de Planeamento do Uso da Terra
  • Viagens previstas: Viagens dentro da REN ao nível nacional e internacional dependendo da necessidade
  • Objectivos de posição: Esta posição relaciona-se com componentes de projectos financiados por doadores para o envolvimento da comunidade e desenvolvimento de meios de subsistência que apoiam os objectivos de conservação da vida selvagem e do ecossistema da REN, a fim de alcançar os seguintes objectivos específicos:
  • Redução das ameaças comunitárias à vida selvagem e a outros recursos naturais
  • Melhoria das relações entre comunidades locais, REN e outras partes interessadas
  • Integração Homem-Fauna Bravia
  • Desenvolvimento de meios de subsistência compatíveis com a conservação e o desenvolvimento de uma economia verde
  • Melhoria da governação comunitária das áreas de conservação comunitária, vida selvagem e outros produtos do Miombo
Funções
  • O objectivo geral do Coordenador da CBNRM é ajudar ao desenvolvimento do modelo de CBNRM e impulsionar a sua implementação. Especificamente, o papel será:
  • Realizar levantamentos de base e investigação contínuas, incluindo por exemplo: liderar o processo de avaliação das estruturas dos Comités de Gestão de Recursos Naturais (CGCRN) existentes na REN, sistemas de governação comunitária mais amplos, padrões de utilização de recursos naturais, etc., para orientar um modelo melhorado de GCRN que seja contextualizado à REN e aos seus objectivos específicos; facilitar a investigação aprofundada dentro de grupos de partes interessadas para informar o plano de ordenamento e propor novas zonas/limites
  • Coordenar a formação e capacitação de novas entidades de governação dos CGCRN
  • Relacionar-se com as autoridades relevantes para formalizar e comunicar os termos de posse da terra acordados, estabelecer sistemas de governação relacionados com o zoneamento da terra e definir acordos de posse da terra em diferentes zonas do REN
  • Conceber estratégias de micro-zonamento e planos de gestão com cada entidade CBNRM; facilitar a concepção espacial e o uso adaptativo do solo, o planeamento e estratégias de gestão comunitária em micro-zonas que permitam a agricultura, transportes, habitação, comércio, vida selvagem e locais sagrados, etc.
  • Facilitar os processos necessários para assegurar que os limites claros sejam negociados e acordados com clareza significativa, incluindo a concepção de plataformas de memorandos de entendimento/acordos eficazes em conformidade com diferentes contextos
  • Co-liderar os processos de consentimento livre, prévio e esclarecido para o desenvolvimento de Comités de Gestão Comunitária de Recursos Naturais (CGCRN)
  • Apoiar as partes interessadas na implementação de planos aprovados de micro-zonamento e governação Estabelecer normas e desenvolver directrizes da reserva para a prática da agricultura, horticultura, pecuária/animais selvagens, pesca, alimentos silvestres e outros recursos naturais - defender conceitos de sustentabilidade do uso da terra a serem incorporados em vários sectores, especialmente agricultura e desenvolvimento de infra-estruturas
  • Com as comunidades, co-desenvolver princípios nucleares específicos de recursos e projectos de acordos de conservação para cada recurso/território, delineando claramente o que fazer e o que não fazer, incentivos e sanções - assegurando que as políticas de GCRN são co-desenhadas e alinhadas com os regulamentos da REN, por exemplo, políticas de fiscalização comunitária
  • Co-desenvolver um sistema de licenciamento com base científica (vida selvagem/social) para assegurar que os utilizadores tenham uma identificação clara e, quando aplicável, documentação (incluindo licenças, quotas de extracção e recibos de taxas)
  • Co-desenvolver e implementar um sistema interactivo de avaliação da GCRN (incluindo métricas de desempenho) para conformidade contratual, abordando questões de desempenho e não conformidade; conceber sistemas para monitorar e impor a conformidade dos planos de uso da terra e avaliar os impactos na REN e nas comunidades
  • Conceber, implementar e gerir um sistema eficaz de incentivos que impulsione o sucesso e a escala dos CGCRN, incorporando a partilha das receitas da Reserva com as comunidades, quotas e outros mecanismos de financiamento/em espécie - moldando um sistema comunitário de benefícios a curto, médio e longo prazos
  • Identificar objectivos-chave de mudança de comportamento para moldar o sistema de incentivos, e oportunidades de pagamento por serviços do ecossistema, pagos por resultados de conservação pelas comunidades
  • Assegurar que as partes interessadas honram os acordos ou abordam as consequências e estabelecer um sistema para gerir o acima exposto
  • Assegurar despesas bem regulamentadas pelos CGCRN; de co-monitorar o desembolso de receitas e impactos sócio-culturais, económicos e ambientais com os CGCRN; compreender e abordar questões ligadas à gestão comunitária de fundos
  • Colaborar com o Coordenador de Extensão e Educação para conceber uma série de iniciativas de sensibilização e educação para reforçar a GCRN, por exemplo, ensinar e aumentar o conhecimento sobre as regras/leis da Reserva, informando sobre o quadro legal da REN aos intervenientes relevantes
  • Inovar e testar novas ideias com grupos de GCRN e com a equipa de CHFB da REN para dirimir problemas chave
  • Desenvolver a capacidade dos grupos de GCRN para estabelecer regras e procedimentos de governação participativa, definir papéis e responsabilidades; Assegurar que os CGRNs forneçam dados e relatórios regulares e padronizados (financeiros, ecológicos, policiais, etc.)
  • Trabalhar com a equipa de M&E e ecologistas para monitorar a eficácia do modelo de GCRN e fazer os ajustamentos necessários aos modelos e planos de zoneamento baseados em novas aprendizagens
  • Fomentar parcerias entre governo, ONG e operadores relativamente a GCRN
  • Outras responsabilidades: Realizar quaisquer outras tarefas que possam ser atribuídas de acordo com as circunstâncias
Requisitos
  • Mestrado relevante em ciências sociais ou gestão de recursos naturais relevantes
  • Competências de investigação qualitativa e quantitativa e fortes capacidades analíticas
  • Um pensador estratégico capaz de compreender o quadro geral e de pensar "fora da caixa"
  • Um líder natural e forte inteligência emocional para navegar em situações complexas
  • Solucionador criativo de problemas e inovador
  • Experiência demonstrada na gestão de conflitos
  • Capacidade de planificar, organizar e implementar programas complexos na área rural de África
  • Excelentes capacidades interpessoais e diplomáticas, bom em negociações, comunicador forte e gosta de construir relações
  • Mais de 5 anos de experiência de trabalho com comunidades na gestão de recursos naturais
  • Experiência de trabalho com múltiplos intervenientes e capacidade comprovada de trabalhar entre culturas e numa equipa multidisciplinar
  • Uma compreensão prática da complexidade da conservação e do desenvolvimento rural para áreas protegidas
  • Uma boa compreensão do conceito de sustentabilidade e GCRN
  • Compreensão do desenvolvimento socioeconómico em comunidades remotas da REN
  • Fluência na fala, escrita e leitura de inglês e português
  • O domínio da escrita, fala e leitura de Kiswahili/Yao/Macua será uma vantagem
Notas
  • Apenas candidatos pré-seleccionados serão contactados
  • Indique a fonte desta vaga na sua candidatura: emprego.co.mz
  • Os candidatos interessados deverão submeter as suas candidaturas enviando uma carta de candidatura e CV (em inglês e português), incluindo os nomes e contactos de três referências
  • A WCS é um empregador que da oportunidades iguais e esta organização cumpre com todas as leis e regulamentos trabalhistas que proíbem a discriminação na contratação e garante que os candidatos de todas as origens sejam considerados de forma justa e consistente durante o processo de recrutamento. Estamos empenhados em contratar e apoiar uma força de trabalho diversificada. Estamos empenhados em cultivar um ambiente de trabalho inclusivo e procuramos futuros membros da equipe que compartilhem o mesmo valor
  • A WCS oferece oportunidades iguais de emprego para todos os candidatos qualificados. A WCS não discrimina o emprego com base na idade, cor, deficiência, identidade de género, nacionalidade, raça, religião, orientação sexual, condição de veterano ou qualquer outra característica protegida por leis e regulamentos
Como se Candidatar
1. Documentação
  • Carta de Apresentação
  • Curriculum Vitae
2. Candidatura
Perfil da empresa

  • A Wildlife Conservation Society (WCS) é uma organização não-governamental isenta de impostos dos EUA fundada em 1895 que protege a vida selvagem e a natureza ao compreender questões críticas, criar soluções baseadas na ciência e promover acções de conservação que beneficiam a natureza e a humanidade. Com mais de um século de experiência, compromissos de longo prazo em dezenas de paisagens, presença em mais de 60 países, a WCS ajuda actualmente a gerir mais de 370 áreas protegidas e apoiou a criação ou expansão de perto de 270 áreas protegidas em todo o mundo. A WCS acumulou conhecimento biológico, compreensão cultural e parcerias para garantir que lugares, com flora e fauna, prosperam junto com as comunidades locais. Trabalhando com comunidades e organizações locais, esse conhecimento é aplicado para tratar de questões de manejo de espécies, habitats e ecossistemas críticos para melhorar a qualidade de vida dos pobres rurais, cuja subsistência depende do uso directo de recursos naturais.

Detalhes

Perguntas Frequentes

Como posso candidatar-me a vagas através do emprego.co.mz?

Ler artigo