Vaga

Consultor para Avaliação do Programa de Desenvolvimento Estratégico da Progresso 2017- 2020 (m/f)

ASSOCIAÇÃO PROGRESSO

A ASSOCIAÇÃO PROGRESSO está a recrutar um Consultor para Avaliação do Programa de Desenvolvimento Estratégico da Progresso 2017- 2020 (m/f), para Maputo, em Moçambique.
Funções
  • A Associação PROGRESSO é uma ONG de membros fundada em 1991 e oficialmente registada em 1992, com o objectivo de proporcionar aos membros uma plataforma a partir da qual eles podem envolver-se directamente em mudanças nas comunidades de base jogando um papel activo para a gestão do desenvolvimento das comunidades locais, dando particular atenção às mulheres, jovens e crianças. Para prossecução dos seus objectivos as intervenções da Associação PROGRESSO são orientadas através de um plano estratégico de quatro anos designado Programa de Desenvolvimento
  • O actual programa de desenvolvimento (PD) 2017-2020 tem como objectivo:
  • Melhorar o acesso a educação básica de qualidade pelas comunidades locais especialmente a escolarização de crianças e alfabetização de jovens & mulheres, em particular nas províncias de Cabo Delgado e Niassa
  • Promover a saúde comunitária preventiva através da educação e práticas, particularmente em:
  • Nutrição (preparação de alimentos para bebé, crianças e mulheres grávidas, suplementos nutricionais)
Agricultura e meio ambiente
  • Promover a cidadania activa e reforçar as capacidades das comunidades locais e das suas capacidades através da provisão de conhecimento básico e desenvolvimento de rede que favoreçam a defesa dos direitos das comunidades locais
  • Reforçar a capacidade institucional da PROGRESSO através da profissionalização da própria organização:
  • Desenvolvimento de negócios (ex., mobilização de fundos)
  • Desenvolvimento do capital humano
  • Desenvolvimento do conhecimento institucional
  • Desenvolvimento do sistema de Monitoria e Avaliação
  • Volvidos quatro anos de implementação do actual PD, e como tem sido prática na PROGRESSO, urge a necessidade de avaliar o grau de realização do mesmo e com bases nos resultados apresentados e lições aprendidas traçar as linhas mestras para a elaboração do programa de desenvolvimento que vai nortear os próximos quatro anos da organização
Objectivo da avaliação
  • Esta avaliação final tem por objectivo geral avaliar o grau de implementação do plano estratégico aprovado no programa do desenvolvimento da Associação PROGRESSO no período entre 2017-2020 . Para a concretização deste objectivo, serão realizadas as seguintes acções:
  • Avaliar o contexto global e específico em que a PROGRESSO operou, tendo como principal enfoque as províncias onde os projectos são implementados
  • Analisar os processos de implementação e monitoria das actividades nos locais de implementação de implementação a luz dos objectivos definidos no PD 2017-2020
  • Analisar os aspectos operacionais e mecanismos organizacionais, a fim de aferir se estes estão ajustados à dinâmica actual e em que medida contribuíram para o alcance dos resultados inscritos no PD
  • Analisar as medidas de desenvolvimento institucional introduzidas na vigência do PD 2017-2020 e o seu impacto na governação e no funcionamento da PROGRESSO
  • Documentar as lições aprendidas ao longo da implementação do PD 2017-2020
  • Fornecer informações sobre as novas orientações para o desenvolvimento institucional e programático para a PROGRESSO
Resultados esperados
  • A avaliação deve apresentar conclusões fundamentadas e recomendações detalhadas em relação a:
  • Os resultados das actividades realizadas nas províncias de implementação dos projectos
  • Estratégias a seguir pela PROGRESSO no próximo ciclo de planificação (2021-2024) em relação a programas e projectos de desenvolvimento
  • Estratégias a seguir pela PROGRESSO para incrementar a capacidade institucional da organização caso seja necessário
Âmbito da avaliação
  • O âmbito da avaliação engloba:
  • Descrição do contexto global e específico em que a Progresso funciona, em particular das províncias onde os projectos são implementados
  • Descrição e análise dos processos de identificação, implementação e monitoria das actividades no terreno e o impacto das mesmas à luz dos objectivos definidos no Programa de Desenvolvimento 2017-2020
  • Espera-se da equipa de avaliação que se debruce sobre os aspectos operacionais e mecanismos organizacionais, a fim de analisar se estes estão ajustados à dinâmica actual e em que medida contribuem para o alcance dos resultados inscritos no programa da Progresso
  • A avaliação deve estudar as medidas de desenvolvimento institucional introduzidas na vigência do PD 2017-2020 e o seu impacto na governação e no funcionamento da Progresso
  • Considerando que os resultados da presente avaliação vão se reflectir no Programa de Desenvolvimento a ser elaborado para o período 2017-2020, espera-se que ela forneça indicações sobre novas janelas de oportunidades para o desenvolvimento institucional e programático da Progresso
Metodologia
  • Deverá ser incluída na proposta uma descrição detalhada da metodologia que se propõe seguir para atingir os objectivos e resultados descritos no ponto 3 e deverá incluir-se pelo menos as actividades descritas a seguir:
  • Revisão documental e preparação do trabalho de terreno: A PROGRESSO irá disponibilizar i) a informação geral do programa de desenvolvimento ii) relatórios anuais de implementação do PD 2017-2020, relatórios de projectos e plataforma de M&A Online com dados sistematizados sobre todos os projectos implementados pela instituição durante o período em análise e iii) relatórios de avaliação de alguns projectos
  • Trabalho preparatório na sede da PROGRESSO: Entrevista com os principais intervenientes, direcção executiva, alguns membros e o Conselho de Direcção
  • Recolha de informação primária, serão realizadas reuniões preparatórias entre a PROGRESSO e a equipa de consultores nas quais serão revistas a metodologia de avaliação e cronograma detalhado das actividades e partilhada toda a informação considerada relevante
  • Trabalho de terreno (incluindo viagens): Inclui encontros com atores chave (MINEDH, DPEDH, DPS, SDEJT, IFP ,parceiros de financiamento) e visita a algumas realizações do programa Análise dos dados e preparação do relatório preliminar: A partir da informação primária recolhida no terreno a equipa de avaliação analisará e sistematizará a informação no relatório de avaliação preliminar
  • Apresentação do relatório preliminar e recolha de contributos: O relatório preliminar será partilhado com a direcção executiva para a sua apreciação e contributos
  • Análise de contributos e preparação do relatório final: A partir dos contributos recolhidos a equipa de avaliação elaborará a versão final do relatório de avaliação
Produtos esperados
  • Deverá elaborar-se um relatório incluindo, no mínimo:
  • CAPITULO I: Introdução
  • Resumo Executivo
  • Contexto e âmbito da avaliação
  • Descrição da metodologia
  • CAPITULO II: Avaliação do programa
  • Parte I: Dados identificativos do programa
  • Parte II: Avaliação da metodologia de implementação do programa
  • Parte III: Conclusões e respostas às perguntas chave para cada um dos critérios de avaliação, com referência às evidências encontradas. Lições aprendidas e recomendações na base das conclusões
  • ANEXOS
Requisitos
Critérios de selecção dos consultores
  • Apresentam-se de seguida os critérios de selecção da equipa do/a(s) consultor/a(s)
  • Formação universitária em Ciências Sociais ou uma outra área equivalente
  • Preferencialmente pós-graduação em desenvolvimento de projectos
  • Certificado em Seguimento e Avaliação de projectos/programas de cooperação para o desenvolvimento
  • Pelo menos 7 anos de experiência na área de cooperação para o desenvolvimento
  • Pelo menos 10 anos de experiência em avaliação de programas de desenvolvimento
  • Apresentação de uma proposta técnica que demonstre:
  • Capacidade de análise crítica de problemas e de apresentar soluções sólidas
  • Excelentes habilidades de escrita e capacidade de produzir documentos de qualidade incluindo o CV
  • Domínio da língua portuguesa
Local, calendário e dias de trabalho
  • O local da avaliação deverá reflectir a diversidade geográfica da acção do PD 2017-2020. A avaliação deverá abranger as províncias de Niassa, Cabo Delgado e Maputo. O calendário estimado para a realização da avaliação é o seguinte:
  • Data Prevista
  • Data de publicação dos TdR 24/06/2020
  • Data limite para a apresentação das propostas 03/07/2020
  • Data de conclusão da avaliação das propostas e notificação da adjudicação 10/07/2020
  • Assinatura do contrato e começo do serviço 17/07/2020
  • Missão de avaliação no terreno 26/07/2020
  • Data limite de apresentação do relatório final preliminar 17/08/2020
  • Data limite de apresentação do relatório final definitivo e finalização do contrato 22/08/2020
Prazo de execução
  • O prazo de execução do trabalho previsto compreende um total de 30 dias, distribuídos da seguinte forma:
  • 5 dias de trabalho de preparação da avaliação
  • 15 dias para a realização da avaliação
  • 5 dias para elaboração e entrega do relatório de avaliação preliminar
  • 5 dias para a entrega do relatório final e apresentação ao Conselho de Direcção
Notas
  • Apenas candidatos pré-seleccionados serão contactados
  • Indique a fonte desta vaga na sua candidatura: emprego.co.mz
  • A vaga será baseada em Maputo com viagens frequentes para Niassa, Cabo Delgado, Zambézia e Nampula
Como se Candidatar
1. Documentação
  • Carta de Apresentação
  • Curriculum Vitae
  • Proposta Técnica
  • Proposta Financeira
2. Candidatura
Esta vaga não aceita mais candidaturas

Detalhes

  • Entidade ASSOCIAÇÃO PROGRESSO
  • Local
  • Categoria
  • Tags
  • Publicado 26.06.2020
  • Expira 03.07.2020
  • Partilhar vaga por email
  • Reportar erro

Perguntas Frequentes

Como posso candidatar-me a vagas através do emprego.co.mz?

Ler artigo