Vacancy

Facilitador de Campo (m/f)

Right To Play

A Right to Play está a recrutar um Facilitador de Campo (m/f) para Maputo, em Moçambique.
Descrição
  • O escritório da Right to Play em Moçambique está actualmente procurando um candidato qualificado e autônomo para se juntarem a uma equipa de profissionais em Moçambique como Facilitador de Campo
  • Compensação: Oferecemos um salário competitivo e pacote de benefícios
  • Data de Início do Emprego: Disponibilidade Imediata
  • Duração do Contrato: Longo prazo com base no desempenho e disponibilidade de fundos
Funções
  • O Facilitador de Campo reporta directamente ao Oficial de Projecto (PO) e é responsável pela implementação das actividades do projecto da Right To Play (RTP) e fornece apoio e orientação à equipa da comunidade no uso de ferramentas da RTP no local do projecto. Ele/a também é responsável por monitorar a qualidade da implementacão e eficácia do projecto
  • O Facilitador de Campo fornece conselhos aos parceiros e à equipa da comunidade sobre as ferramentas da RTP
  • De acordo com as políticas e procedimentos aprovados pela Right to Play (RTP), o Facilitador de Campo:
Planificação e implementação de actividades
  • Garante a participação de parceiros, crianças/jovens e partes interessadas no processo de planificação e implementação de projectos das actividades propostas
  • Apoia activistas comunitários e os treinadores no desenvolvimento dos seus planos de actividades e cronogramas, incentiva suas iniciativas e, ao mesmo tempo, garante o alinhamento com o projecto, facilita suas actividades e reporta ao Oficial do Projecto
  • Organiza e realiza actividades de eventos especiais, dias de jogo e torneios desportivos
  • Em coordenação com os parceiros, activistas e treinadores, avalia eventos, fornece actualizações de lições aprendidas e melhores práticas e relatórios sobre o progresso e os desafios à medida que eles surgem
  • Gere a logística para workshops e eventos de treinamento
  • Avalia as necessidades de treinamento dos activistas, treinadores, líderes júniores, professores e parceiros, recomenda a intervenção apropriada e trabalha com eles para desenvolver cronogramas de treinamento
  • Organiza e facilita workshops de treinamento conduzidos por outras equipas do programa e participa do treinamento, conforme necessário
  • Facilita as sessões de treinamento conduzidas pelos treinadores, avalia-as e reporta ao oficial do Projecto
  • Lida com a gestão e distribuição de equipamentos nas comunidades e escolas designadas
  • Lida com adiantamentos do orçamento e administra o dinheiro utilizado para a implementação das actividades
  • Acompanha como os parceiros estão gastando o orçamento recebido para a implementação do projecto no local e verifica a exatidão de seus relatórios financeiros e recibos e relatórios para o pedido
  • Avalia as necessidades de reabilitações e melhoramentos das instalações das comunidades e escolas, facilita o trabalho autorizado e garante que o trabalho geral tenha sido concluído de acordo com os padrões aprovados
Monitoria e relatórios
  • Realiza visitas regulares de campo com parceiros, activistas e treinadores para dar seguimento e prestar apoio, conforme necessário
  • Participa em workshops/treinamentos para parceiros, activistas e treinadores nas ferramentas de colecta de dados quantitativos e qualitativo e assegura a entrega precisa e oportuna de dados à equipa da RTP
  • Fornece informações/dados narrativos, qualitativos e quantitativos para apoiar os relatórios mensais, trimestrais e anuais, para actualizar o Escritório Regional e nacional sobre o progresso do projecto
  • Assegura que os parceiros e treinadores cumpram a Política de Salvaguarda da Criança
  • Envia relatórios financeiros relacionados à implementação das actividades
Estabelecer e manter parcerias
  • Identifica as necessidades da comunidade, participa da selecção de comunidades e parceiros para serem incluídos no programa da RTP na respectiva área
  • Representa a RTP no local do projecto e fóruns relevantes e tem consultas regulares com parceiros locais, partes interessadas e principais beneficiários da comunidade designada
Supervisão e orientação
  • Realiza a avaliação de desempenho de activistas e treinadores e recomenda incentivos com base nos critérios de incentivo aprovados
  • Em colaboração e consulta com parceiros, o Oficial do Projecto e o Oficial de Treinamentos implementam um sistema de Incentivo ao activistas
  • Em colaboração e consulta com os parceiros, identifica os potenciais activistas e treinadores
  • Recomenda activistas e treinadores para certificação
  • Executa outros deveres, conforme atribuido
Planificação e organização
  • Espera-se que o Facilitador de Campo planifique seu próprio trabalho e consulte o Oficial do Projecto para garantir que o plano de trabalho esteja alinhado com o plano de trabalho do projecto aprovado. Espera-se também que ele/ela coordene o plano com os parceiros
Contribuições de trabalho/impacto a solução de problemas
  • Espera-se que o Facilitador de Campo siga os procedimentos e métodos de trabalho estabelecidos para lidar com problemas relacionados ao trabalho. Ele/ela precisa consultar o Oficial do Projecto ao lidar com situações/problemas incomuns
Impacto financeiro
  • Espera-se que o Facilitador de Campo implemente as actividades do projecto dentro do orçamento aprovado. Ele/ela pode receber alguns adiantamentos e lidar com pagamentos em dinheiro
Gestão da informática
  • Espera-se que o Facilitador de Campo produza relatórios padrão assegurando que as informações nos relatórios sejam precisas e correctas. Espera-se que ele/ela mantenha as informações e os dados disponíveis em um local seguro para o uso do Oficial do Projecto, do Gestor de Programas e de outros gestores seniores
Melhoria contínua
  • Espera-se que o Facilitador de Campo introduza melhorias em seu próprio trabalho, bem como no trabalho realizado por Treinadores e Treinadores de Treinadores usando lições aprendidas da implementação da actividade
Gestão de relacionamento
  • Espera-se que o Facilitador de Campo aprimore as relações com os parceiros, bem como com os treinadores e treinadores de treinadores. Esse relacionamento é fundamental para o sucesso da implementação do projecto
Contactos/principais relacionados
  • Interno: Oficial de Projecto, outros Facilitadores de Campo e Dirigentes de Projecto, Gestor de Programas, Oficial de Monitoria, Avaliação e Aprendizado, Oficial de Treinamento, Gestor Financeiro, Coordenador de Finanças, e Coordenador de Logística
  • Externo: Parceiros, funcionários do governo, organizações comunitárias, ONGs e voluntários
Condições de trabalho
  • Ambiente Físico e Esforço: Espera-se que o Facilitador de Campo gaste a maior parte do tempo no campo, onde possa estar exposto a alto esforço físico
  • Demandas Sensoriais: Espera-se que o Facilitador de Campo forneça acompanhamento, monitoria e avaliação para activistas e Treinadores de Treinadores, além de gerar relatórios com atenção aos detalhes e precisão. Isso envolve conversar, ouvir e ver
  • Demandas Mental: Espera-se que o Facilitador de Campo enfrente pressões de prazos e situações inesperadas
  • Condicões Adicionais Relacionadas ao Trabalho: Espera-se que o Facilitador de Campo se desloque aos locais do projecto usando um carro ou motocicleta da RTP e, em alguns casos pode precisar caminhar entre os locais do projecto
Requisitos
  • Licenciatura em Ciências Sociais, Educação ou qualquer disciplina afim
  • Dois anos de experiência trabalhando na implementação e facilitação de projectos, parte dos quais como lider de uma equipa
  • Capacidade de representar com confiança a si mesmo e a Right To Play
  • Planificação eficaz e habilidades de organização
  • Habilidades de coaching e feedback
  • Excelentes habilidades de comunicação verbais e escritas
  • Forte desenvolvimento e habilidades de construção de equipa
  • Compreensão dos princípios da educação de adultos
  • Alfabetização computacional em perspectiva, MS Word, PowerPoint, Excel e Internet
  • Escrita efectiva de relatório
  • Compreensão de um processo liderado pela comunidade
  • Compreensão do conceito de Desporto para o Desenvolvimento
  • Compreensão dos direitos da criança e da proteção infantil
  • Fluente em Português e Inglês falado e escrito e idioma (s) local (ais)
  • Experiência na implementação de um programa de desenvolvimento com populações locais em ambientes rurais e urbanos
  • Experiência em treinamento, liderando oficinas e ensino
  • Experiência em coaching de actividades desportivas pessoais
  • Possuir uma carta de condução válida para conduzir moto é uma vantagem
Notas
  • Apenas candidatos pré-seleccionados serão contactados
  • Os interessados devem partilhar seu CV e carta de moticavção em Português e Inglês incluindo certificado e carta de condução de motorizada
  • O Right To Play é uma organização centrada na criança. Nossos procedimentos de recrutamento e selecção reflectem nosso compromisso com a segurança e a proteção das crianças em nossos programas
  • Para saber mais sobre quem somos e o que fazemos, visite nosso website em www.righttoplay.com
Perfil da empresa

  • A Right To Play é uma Organização Internacional comprometida em melhorar a vida de crianças e jovens afectados por conflitos, doenças e pobreza. Fundada em 2000, a Right To Play foi pioneira em uma abordagem única baseada em jogos para aprendizagem e desenvolvimento, que se concentra em educação de qualidade, habilidades para a vida, saúde, igualdade de género, proteção à criança e construção de comunidades pacíficas
  • Com programas em 18 países, a Right To Play transforma a vida de mais de um milhão de crianças por semana, dentro e fora da sala de aula. Além do trabalho com crianças, a Right To Play advoga aos pais, as comunidades locais e os governos para promover os direitos fundamentais de todas as crianças
  • A Right To Play está sediada em Toronto, no Canadá, e tem operações na América do Norte, Europa, Médio Oriente, África e Ásia. Nossos programas são facilitados por mais de 550 funcionários internacionais e 15.800 técnicos voluntários locais
  • O Escritório Regional da África, localizado em Kampala, Uganda, apoia 8 escritórios nacionais, que incluem: Burundi, Etiópia, Gana, Mali, Moçambique, Ruanda, Uganda e Tanzânia.

Esta vaga não aceita mais candidaturas

Details

  • Entity Right To Play
  • Location
  • Category
  • Tags
  • Published 08.08.2019
  • Expires 23.08.2019
  • Share vacancy via email
  • Report an error

Frequently Asked Questions

How can I apply for vacancies through emprego.co.mz?

Read Article